segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Leitura


                                                         Imagem : Diego Antonio Voci

Gênero textual notícia

EE Profª Margarida Maia de Almeida Vieira
Língua Portuguesa - Análise textual - Notícia
7ºAno - 4º Bimestre / 2017
Nome:_______________________Nº:_____TURMA:_____


Texto I
    Com calor de quase 40ºC , Bataguassu registrou nesta quarta-feira a nona maior temperatura do Brasil.
    Com os termômetros registrando quase 40ºC, Bataguassu registrou nesta quarta-feira dia 22 de fevereiro de 2017 a nona maior temperatura do Brasil e juntamente com outras sete cidades de Mato Grosso do Sul liderou o ranking entre as 10 cidades mais quentes do país.
    Além de Bataguassu que registrou 36, 4ºC, os municípios de Bela Vista, Porto Murtinho, Água Clara, Aquidauana, Juti, Jardim e Sete Quedas também ocuparam as dez primeiras posições no ranking de temperaturas, conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).Nestes locais, os termômetros registraram entre 38ºC e 36ºC nesta terça-feira.
   
Fonte:http://cenarioms.com.br/noticia/geral/4204/com-calor-de-quase-40oc--bataguassu-registrou-nesta-quartafeira-a-nona-maior-temperatura-do-brasil

Após a leitura, responda  os  elementos estruturais que compõem o gênero notícia:

a) Que fato aconteceu?    
b) Com quem?  
c) Quando aconteceu?
d) Onde aconteceu?        
e) Como aconteceu o fato?
f) Por que aconteceu? (causas do fato)


Texto II

Leia a notícia abaixo para responder às questões .

Estagiária morre atropelada enquanto fazia reportagem sobre acidente

Acidente foi na BR-153, em São José do Rio Preto (SP). Jovem de 20 anos estava no último ano de faculdade.

        Uma estudante de jornalismo de 20 anos morreu atropelada na rodovia BR-153, na manhã desta quinta-feira (7), em São José do Rio Preto (SP). Laura Karan Jacob era estagiária do jornal “Diário da Região” desde o começo do ano e foi atingida por uma carreta enquanto cobria o acidente entre dois caminhões que interditou a rodovia por três horas durante a madrugada.
        De acordo com informações da polícia, o motorista do caminhão, que estava carregado com cerca de 40 toneladas de farelo de soja, disse que não teve tempo de frear nem desviar da jovem, atingida enquanto atravessava a rodovia.
        No momento do acidente ainda havia pessoas saqueando a carga de um dos caminhões envolvidos no acidente da madrugada. A polícia diz que a movimentação na pista pode ter contribuído para o atropelamento.
        O corpo será levado para o Instituto Médico Legal (IML) e ainda não há informações sobre horário de velório e enterro.
        O jornal divulgou uma nota lamentando o acidente ocorrido nesta quinta-feira, quando é comemorado o Dia do Jornalista. Confira a íntegra:
        É com profundo pesar que o Grupo Diário da Região informa que faleceu hoje, 7 de abril de 2016, a colaboradora Laura Karan Jacob, 20 anos, estagiária de jornalismo, vítima de acidente automobilístico nesta manhã, na rodovia Transbrasiliana (BR-153), no trecho urbano de São José do Rio Preto.
Laura, que era estudante do 4º ano de jornalismo da faculdade Unirp, de São José do Rio Preto, estava no local para coletar informações a respeito de outro acidente, ocorrido no mesmo ponto da estrada. O Grupo Diário da Região lamenta a fatalidade e está prestando toda a assistência aos familiares.
        A sede regional do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo diz que emitirá uma nota de pesar e vai apurar o fato da estagiária estar no local do acidente.

1.Quanto à estrutura da notícia, relacione :

(A)  Nela , há um detalhamento maior dos fatos, de modo a destacar os detalhes mais importante, fundamentais à compreensão do interlocutor.
(B) Nesta parte precisamos encontrar todas as informações necessárias para responder às perguntas : O quê? ; Onde ? ; Quem?; Quando? ; Como?; Por quê?
(C) Sua função é complementar o título principal. Acrescentando-lhe apenas algumas informações a mais.
(D) Costuma ser composto de frase pequenas e atrativas, e revela o assunto principal que será retratado em seguida.

(     ) O título auxiliar.                              (     ) O lide.   
(     ) A manchete ou título principal.      (     ) O corpo da notícia

2. Sabendo que o lide responde as perguntas, O QUÊ? (o que aconteceu, está ou vai acontecer); QUEM? (os agentes da ação); QUANDO? (dia da semana e do mês, horas), ONDE? (o local do acontecimento), COMO? (as circunstâncias), POR QUÊ? (os motivos e as razões), responda as seguintes perguntas quanto à notícia acima: 

O que aconteceu?   Com quem?  Quando?  Onde? Como?  Por quê?

3. A notícia foi relatada de modo impessoal, sem envolvimento do jornalista, ou de modo pessoal e subjetivo?

4. A linguagem é clara, objetiva e precisa ou é ambígua  e poética?


sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Ler sempre


Análise textual

EMEF Prof Fernanddo Pantaleão

Leia o texto abaixo e a seguir para responder as questões propostas:

Jean Valjean

            O ex-condenado pertencia a uma pobre família camponesa. Quando criança, não aprendeu a ler. Ao crescer, tornou-se podador de árvores. Órfão de pai e mãe, foi criado por uma irmã mais velha, casada e com sete filhos. Quando tinha vinte e cinco anos, a irmã enviuvou. O filho mais velho tinha oito anos, o mais novo um. Jean Valjean tornou-se o arrimo da família. Passou a sustentar a irmã e os sobrinhos com trabalhos grosseiros e mal remunerados. Nunca namorou, nem nunca se soube que estivesse apaixonado.
            Vivia para a família. Falava pouco, tinha o semblante pensativo. Quando comia, muitas vezes a irmã tirava o melhor pedaço de seu prato para dar a uma das crianças, e ele sempre permitia. Mas seu trabalho e o da irmã eram insuficientes para sustentar uma família tão grande. A miséria aumentou. Certo ano, em um inverno rigoroso, Jean Valjean não encontrou trabalho. A família ficou sem pão. Sem pão. Exatamente como está escrito. Sete crianças.
            Em uma noite de domingo, o padeiro da aldeia ouviu uma pancada na vidraça gradeada. Correu. Chegou a tempo de ver um braço passando por uma abertura feita por um murro na vidraça. O braço pegou um pão. O padeiro perseguiu o ladrão, que tentava fugir. Era Jean Valjean.
            Isso aconteceu em 1795.
            Por esse crime, foi condenado a cinco anos nas galés. Explica-se: as galés eram barcos movidos a remo. Os grupos de remadores, acorrentados, eram constituídos por prisioneiros condenados. Havia um soldo miserável para cada um deles, guardado até a libertação. Era um trabalho exaustivo, feito somente por condenados. Jean Valjean recebeu grilhões nos pés. Foi acorrentado. […]
            No final do quarto ano de condenação, Jean Valjean tentou fugir. Ficou livre dois dias, até ser capturado. Foi condenado a mais três anos. Quando cumpriu seis, tentou outra vez, mas não conseguiu fugir. Resistiu aos guardas que o encontraram em seu esconderijo e ganhou mais cinco anos, com castigos. No décimo ano e no décimo terceiro, quis fugir outras vezes, e sua pena aumentou mais ainda. Até cumprir dezenove anos. Por tentar roubar um pão.
            Durante a prisão, o inofensivo podador de árvores tornou-se um homem temível. Tinha ódio da lei e da sociedade. Por consequência, de toda a humanidade. De ano para ano, sua alma foi se tornando amarga. Desde que fora preso, há dezenove anos, Jean Valjean não soltava uma lágrima…
                                                                                                            Carrasco, Walcir, 1951 – Os miseráveis – São Paulo: FTD, 2011.

Questões Textuais

1. De acordo com o texto, qual informação sobre Jean Valjean está correta:

a. Ele tinha uma irmã que era mãe solteira de sete filhos.
b. Ele era casado e tinha sete filhos que não sabiam ler.
c. Ele foi morar com a irmã depois que ela ficou viúva.
d. Ele não tinha estudo e fazia serviços pesados para sobreviver.

 2. Através da leitura podemos concluir que no começo o personagem descrito era:

 a. Uma pessoa extremamente feliz e apaixonada.
b. Uma pessoa inofensiva que só vivia pra trabalhar.
c. Um homem magoado com a vida e divertido.
d. Uma pessoa amarga que odiava a todos.
3. No trecho: “Jean Valjean tornou-se o arrimo da família”, a palavra destacada tem o sentido de:

a. Pesadelo      b. Tristeza      c. Apoio       d. Colega

4. De acordo com o texto, por que a vida da família foi se tornando cada vez mais difícil?

 a. Seu trabalho e o da irmã eram insuficientes para sustentar uma família tão grande.
b. Jean Valjean não queria mais trabalhar e só vivia triste pelos cantos.
c. Sua irmã desanimou de tudo e abandonou a família deixando ele com as crianças.
d. Muitas vezes a irmã tirava o melhor pedaço de seu prato para dar a uma das crianças

5.  Quando foi que o roubo do pão aconteceu?

 a. Numa manhã de inverno em 1975.                 b. Em uma noite de domingo em 1795.
c. O texto não menciona a data.                         d. Num domingo de manhã de inverno.

6. A condenação pelo roubo do pão foi de:

a. Doze anos de trabalho forçado.                   b. Dezenove anos de prisão perpétua.
c. Cinco anos nas galés acorrentado.               d. Mais cinco anos por tentar fugir.

 7.  Marque a alternativa correta que indica o período em que o prisioneiro tentou fugir.

a. No final do quarto ano; quando cumpriu seis anos; no décimo e no décimo primeiro ano.
b. No final do terceiro ano; quando cumpriu oito; no décimo e no décimo nono ano.
c. No final do quarto ano; quando cumpriu seis anos; no décimo ano e no décimo terceiro.
d. No final do terceiro ano; quando cumpriu seis anos; no décimo ano e no décimo terceiro.

8. A descrição final do personagem principal revela uma mudança que ocorreu durante a prisão. Qual comparação seria correta fazer?

a. De trabalhador para preguiçoso.                 b. De violento para pacífico.   
c. De inofensivo para temível.                        d. De amargo para doce.



segunda-feira, 16 de outubro de 2017

LER


                      O andamento da leitura


Os compositores colocam em suas partituras indicações para orientar o intérprete: lento, presto, adágio, alegretto, forte, piano, rallentando. Os escritores deveriam fazer o mesmo com seus textos. Há textos que devem ser lidos lentamente, expressivamente, tristemente. Outros que exigem leveza, rapidez, riso. O leitor experiente não precisa dessas indicações. Mas elas poderiam ajudar os principiantes.
                                                                                                                                       Rubem Alves


Leitura


Preposição

 EMEF Prof Fernando Pantaleão
Língua Portuguesa – Atividades Complementares – Preposições – 4º Bimestre /2017 – 7º Ano

ATIVIDADES
 1 – Observe as preposições destacadas abaixo e escreva qual das relações cada uma estabelece em cada frase:  Tempo – modo – oposição – lugar – posse – assunto.

a)     A professora voltou de Belo Horizonte.
b)    Irei a São Paulo com muita pressa. 
c)     Falaram de política na televisão.
d)    Os alunos fizeram um excelente trabalho até as 10 horas.
e)     A palestra foi sobre a economia de energia.
f)      Lutamos contra a poluição do meio ambiente.

2 – Construa frases com as palavras do quadro abaixo:   
   
A – ante – até – após – com – contra – de – durante – em – entre – para – desde – perante – por – sem – sob – sobre – trás.

3 – Identifique as preposições:

a)  Nada mais há entre mim e você.
b)  Estou com vontade de sair.
 c) As associações de bairro discutiram, em conjunto, sobre a instalação de novos postos de saúde.
d)  Desde sua volta não fiz nada.
e)  De repente senti-me perante um juiz, tantas eram as interrogações.
 f)  Nada fiz por ele.

 4 – Numere a 2ª coluna de acordo com a 1ª, indicando o sentido das preposições destacadas.

(1 ) Origem.                             (       )  Não conversamos sobre política.
(2 ) Tempo.                              (       )   Esse brinco é da minha irmã.
(3 ) Lugar.                                (       )   Juntei dinheiro para viajar.
(4 ) Assunto.                            (       )   Esse brinco é de ouro?
(5 ) Finalidade.                        (       )   Ele passou mal de tanto comer.
(6 )   Posse                               (       )   Viajaremos em dois dias
(7 ) Instrumento                       (       )   Eu sou de Minas Gerais.
( 8) Companhia                        (       )   Vou ao Shopping.   
( 9 )Matéria                              (       )   Vou sair com minha tia.
(10) Causa .                              (       )   Ele se cortou com a tesoura.

5 – Circule as preposições nas frases abaixo:

a)    Foi quando meu marido me abandonou com dois filhos.
b)   Desculpa eu te amolar com minhas lamúrias.
c)    Sem problemas.
d)  Só não vejo necessidade da senhora ficar deitada nesse banco.

 6 – Em “Foi quando meu marido me abandonou com dois filhos”, a preposição destacada indica:

a)     Modo.      b) Tempo.       c) Companhia.       d) Instrumento.

7 – Preencha os espaços com a preposição correta:

a)    Novos abalos de terra fizeram sentir-se _____ São Francisco.
b)    Os soldados agiram ______ violência.
c)    João e Manoel vivem discutindo _______ si.
d)    Estudo nesta escola ______ o ano passado.
e)    Luto ______ uma terra melhor.

8 – Você sabe que uma preposição pode apresentar diferente sentidos: Material de que algo e feito, conteúdo, lugar, tempo, finalidade, meio, companhia, etc. Identifique o valor semântico das preposições .
a)  Naquela casa morava uma família sem condições financeiras.
b)  Estou usando óculos para ver melhor.  
c)  Fomos à escola de ônibus.
d)  Após o sinal, vou recolher as provas dos alunos.
e)  Trabalho com seu irmão.
f)  Perdi meu giz de cera.


9 – Informe as relações expressas pelas preposições:

a)   Voltou para ficar .                        b)    Cortou-se com a gilete.   
c)   Lutou contra todos.                     d)    Apanhou de chinelo .
e)  Escreva sobre sua vida .               f)    Chegou de trem .      
g)   Pagou em cheque.                       h)   Casa de tijolos.
 i)   Saiu com o pai .                           j)    Explicou com clareza.
k)   Foi a Santos .                               l)    Sou de Florianópolis.